sábado, 21 de abril de 2012

de ser...



Escrevo para viver. Escrevo para ser. Escrevo, logo existo.
Nas palavras, eu sou. Porque sou palavra. Sou verbo, substantivo, adjetivo. Sou sujeito, predicado, objetos e complementos.
Escrevo por que sou o dito e o nao dito; o que fala e o que cala; linhas e entrelinhas.
Sou o fluxo e a pausa. Sou ponto, sou virgula e muitas reticencias...