sábado, 24 de setembro de 2011

Muda


"Tudo que vale a pena na vida ou é roubo ou é regalo". Esse é o pensamento de um amigo, me contou o professor.
E eu, o que roubo? O que regalo? 
Faladeira que sou, tagarela desde criança, de repente, me vejo emudecida, sem palavras.E eu, o que roubo? O que regalo?
Vejo apenas minhas mãos vazias... E afundo no silêncio abissal do meu pensamento... 
 
 
 
 

2 comentários:

FabioZen disse...

Curto mas visceral guria!

Retrato em Branco e Preto disse...

Mas logo o tempo muda e você recupera a sua voz. Tenho estado assim também, mas vai passar.

Um beijo